Instrumentação em Barragens: Piezômetro e Nível d'água

Esses serviços são determinados pela norma NBR15495 que está dividida em duas partes. A NBR15495-1/2007 – ABNT – “Poços de monitoramento de águas subterrâneas em aquíferos granulados – Parte 1: Projeto e construção” e a NBR15495-2/2008 – ABNT – “Poços de monitoramento de águas subterrâneas em aquíferos granulares – Parte 2: Desenvolvimento”.

A primeira parte da norma fixa os requisitos exigíveis para a execução de projeto e construção de poços de monitoramento de águas subterrâneas em meios granulares, objetivando:

a) a obtenção de amostras representativas da qualidade da água subterrânea;

b) a construção durável e confiável dos poços de monitoramento;

c) a caracterização hidrogeológica adequada da área, de acordo com as necessidades de cada projeto. a segunda parte da norma apresenta métodos e procedimentos aplicáveis no desenvolvimento de poços de monitoramento instalados em aquíferos granulares, construídos e instalados de acordo com as condições definidas na primeira parte da norma. A premissa da norma é de que os poços de monitoramento, onde aplicados, tem por objetivo principal obter amostras representativas de água subterrânea e informações hidrogeológicas dos aquíferos monitorados.