Abertura de Poço e Trincheira de Inspeção em Solo com Retirada de Amostras Deformadas e Indeformadas

A norma utilizada nesse ensaio ABNT NBR 9604/2016 – Abertura de poço e trincheira de inspeção em solo, com retirada de amostras deformadas e indeformadas.

Abertura de poço: A escavação é iniciada após a limpeza superficial do terreno em área delimitada por um quadrado de 4,0 m de lado e da construção de uma cerca no perímetro da área limpa, constituída de quatro fios de arame farpado fixados a mourões.

Escavação da trincheira: A escavação da trincheira é feita após a limpeza superficial do terreno correspondente a área do trecho inicial da trincheira prevista e área lateral de 1 m de largura medida a partir das bordas da trincheira.

Retirada de Amostra deformada: As amostras deformadas são coletadas a cada metro escavado, quando em material homogêneo e em quantidade variável em função da necessidade e acondicionadas em sacos de lona ou plástico resistente.

A identificação dessas amostras deve ser feita por duas etiquetas, sendo uma externa e outra interna ao recipiente, esta ultima protegida por um saco ou envelope plástico, onde constam:

a) nome da obra;

b) nome do local;

c) número do poço ou trincheira;

d) intervalo de profundidade;

e) data da coleta;

f) nome do responsável pela coleta.

Retirada de Amostra Indeformada: Os blocos de amostra indeformada a tem um formato cúbico, com 0,15 m de aresta, no mínimo e 0,40 m de aresta, no máximo. Com a cota de topo do bloco atingida é iniciada a talhagem lateral do mesmo, nas dimensões previstas, até 0,10 m abaixo de sua base, sem seccioná-lo.

As faces expostas são envolvidas com talagarça ou similar e utilizando-se de um pincel, aplica-se uma camada de parafina líquida (processo repetido por 2 vezes, no mínimo). O bloco é seccionado cuidadosamente na base, tambado sobre um colchão fofo de solo e feita a regularização da face, cobrindo-a com talagarça ou similar e parafina líquida.

Antes da aplicação da ultima camada de parafina, é necessário que seja colocada uma etiqueta de identificação com os seguintes dados:

a) obra;

b) local;

c) identificação do poço ou trincheira;

d) número da amostra;

e) orientação em relação a uma direção;

f) profundidade do topo e da base em relação ao nível de referência na superfície do terreno;

g) data da amostragem;

h) nome do responsável pela coleta.