Massa Unitária e Volume de Vazios

Esse ensaio é determinado pela NBR NM 45 – ABNT – “Agregados – Determinação da massa unitária e do volume de vazios”.

Seleção do procedimento a empregar:

i) O “método A” deve ser empregado para determinar a massa unitária de material compactado, quando os agregados têm dimensão máxima característica de 37,5 mm ou menor;

ii) O “método B” deve ser empregado para determinar a massa unitária de material compactado, quando os agregados têm dimensão máxima característica superior a 37,5 mm e inferior a 75 mm;

iii) O “método C” deve ser empregado para determinar a massa unitária de material no estado solto.

Método A:

a) A massa do recipiente vazio é determinada e registrada. A seguir, o recipiente é preenchido com o material até um terço de sua capacidade e nivelada a superfície com os dedos;

b) É efetuado o adensamento da camada de agregado mediante 25 golpes da haste de adensamento, distribuídos uniformemente em toda a superfície do material;

c) Continuar o enchimento do recipiente até completar dois terços de sua capacidade e proceder como indicado em “a” e “b”, completando o mesmo como descrito acima;

d) Ao compactar a primeira camada do agregado, a haste de adensamento não deve tocar o fundo do recipiente. Ao compactar as segunda e terceira camadas, evitar que a haste penetre na camada anterior;

e) A camada superficial do agregado é nivelada com as mãos ou utilizando uma espátula, de forma a rasá-la com a borda superior do recipiente;

f) Amassa do recipiente mais seu conteúdo é determinada e registrada.

Método B:

a) A massa do recipiente vazio é determinada e registrada. A seguir, o recipiente é preenchido com o material até um terço de sua capacidade e nivelada a superfície com os dedos;

b) É efetuado o adensamento de cada camada colocando o recipiente sobre uma base firme, como um piso de concreto, elevando alternadamente os lados opostos cerca de 50 mm e deixando-os cair, de forma que o adensamento se produza pela ação dos golpes secos;

c) Cada uma das três camadas é adensada golpeando o recipiente 50 vezes da forma descrita no item anterior, sendo 25 vezes de cada lado;

d) A camada superficial do agregado é nivelada conforme indicado no método A, no item “e”; e) Amassa do recipiente mais seu conteúdo é determinada e registrada.

Método C:

a) A massa do recipiente vazio é determinada e registrada. A seguir, o recipiente é preenchido até que o mesmo transborde, utilizando uma pá ou uma concha, despejando o agregado de uma altura que não supere 50 mm acima da borda superior do recipiente. Evitar ao máximo a segregação dos agregados que compõem a amostra;

b) A camada superficial do agregado é nivelada conforme indicado no método A, no item “e”;

c). A massa do recipiente mais seu conteúdo é determinada e registrada.